Ads Top

Cynara Menezes alucina sobre Battisti: para ela o terrorista é perseguido pois seus crimes se deram por razões políticas


Tweet da jornalista Cynara Menezes:




continua depois da publicidade

A moça está alucinando. Ninguém (em momento algum) disse que as razões dos homicídios não foram políticas quando o próprio Cesare Battisti assim o admite. Claro, antes o italiano sequer admitia a autoria e participação nos quatro assassinatos na qual tomou parte enquanto liderava o Proletários Armados pelo Comunismo. Mas Cynara está aqui como sua advogada de redes sociais para reescrever a história.

Poderia até ser dito que é uma estratégia para continuar a defender o mito do ativista perseguido pelo Estado italiano, porém é obrigatório destacar que não há inteligência alguma. Reparem: Cynara admite os crimes, mas tenta emplacar a versão de que a natureza política dos crimes confere ao réu algum tipo de atenuante.

É exatamente o contrário: querer justificar aqueles atos de carnificina com este argumento não demonstra só uma contradição com a lei como deixa claro que as esquerdas não valorizam muito a vida humana - tanto que basta um bandido comunista não ir com sua cara para que ele tenha o direito de tirar sua vida.

Se Cynara fosse um pouco mais sagaz seguiria a linha já adotada pelas esquerdas em outras ocasiões para dizer que Battisti lutou pela democracia sem ao menos entrar no mérito das barbáries praticadas por ele junto com seu bando de psicopatas. O problema é que Cynara é uma aloprada do lado de lá, revelando ao público pontos de vistas inconvenientes como a crença de que tudo vale se for em nome da causa. 
Tecnologia do Blogger.