Ads Top

Tasso Jereissati se junta a Katia Abreu e Eduardo Gomes e enterra CPI do Judiciário. É a lama, é a lama


Depois de tantas idas e vindas, o senador Alessandro Vieira (PPS-SE) resolveu tomar a iniciativa de criar a Comissão Parlamentar de Inquérito que investigaria o Judiciário brasileiro, figura onipresente em boa parte dos escândalos políticos que sacodem nosso turbulento debate público. 

A resposta a intromissão golpista de Dias Toffoli na eleição do Senado seria excelente para restabelecer a ordem institucional em um país em que tipos da pior extração se julgam até no direito de contrarias os planos de governo eleitos de forma democrática. 

continua depois da publicidade


Mas estamos falando de uma realidade mais criminosa do que qualquer roteirista pode imaginar. No dia seguinte surgiram denúncias gravíssimas contra o ministro Gilmar Mendes. Evidente que todos imaginaram que o fato impulsionaria a comissão. Eis que no dia de ontem o presidente Davi Alcolumbre arquiva o pedido de criação da CPI. No primeiro momento houve grande alarido contra o presidente do Congresso, já que ele foi eleito graças ao desejo da sociedade por mudança nas práticas políticas de Brasília. Eis que o senador esclareceu que o arquivamento foi automático, já que três senadores retiraram seus nomes da lista. São eles: Katia Abreu, Eduardo Gomes e Tasso Jereissati. É a lama, é a lama. 

De Katia e Eduardo Gomes não se espera nada. A primeira é velha conhecida dos brasileiros, o segundo é só mais um fisiológico da mesma cepa de outros que já passaram pela casa. A surpresa é o senador Tasso se prestar a este papel. Tasso praticamente cuspiu nos brasileiros ao demonstrar tamanho desprezo pela Justiça e lisura da coisa pública

Ora, por qual razão o senador retiraria sua assinatura de uma CPI tão aguardada - e isso depois de estrondosas demonstrações públicas dos brasileiros contra as licenciosidades do Judiciário? Dizem pelos corredores de Brasília que o indecoroso ministro Gilmar exerce grande influência sobre o PSDB. Seria verdade? É algo que Tasso tem que explicar. 


Tecnologia do Blogger.