Ads Top

Professor se demite após zombar de pneumonia de Bolsonaro. Era o mínimo.



Notícia do Yahoo:

Um professor de História do colégio Santa Mônica Centro Educacional, no Rio de Janeiro, pediu demissão após zombar do quadro de pneumonia do presidente Jair Bolsonaro (PSL). Durante uma aula, ele escreveu no quadro “Bolsonaro está com pneumonia” como frase motivacional do dia. As informações são do jornal O Globo.De acordo com a escola, o caso ocorreu na última sexta-feira, em sua unidade de Bento Ribeiro, e a direção logo tomou ciência do ocorrido. Alguns alunos fotografaram o professor ao lado da frase e postaram nas redes sociais.
O diretor de marketing da instituição, Marcelo Souza, informou ao Globo que o colégio soube do ocorrido no mesmo dia, mas que o professor já tinha ido embora quando foi procurado. “Esperávamos que ele voltasse ao colégio para conversarmos com ele sobre a situação, mas não foi necessário. O professor foi à instituição no fim de semana, admitiu o erro e pediu demissão”, segundo Souza.
Seus perfis foram retirados do ar nas redes sociais. A instituição de ensino afirmou ao jornal O Globo que a postura do docente e o comentário escrito em sala de aula não condizem com a filosofia da escola e que “colégio é para aprender conteúdo disciplinar, e não para professor aproveitar a audiência para opiniões pessoais”.

Ora, a demissão teria de acontecer - fosse por decisão do professor ou não.

Ali tudo estava errado: desde a brincadeira de péssimo gosto até o debate político que sequer se relacionava ao conteúdo da aula.

Uma coisa é fato: com o advento das redes sociais é bem provável que o Escola Sem Partido se imponha mesmo sem aprovação no Congresso Nacional. Já se aproxima o tempo em que a sociedade rejeita este tipo de conduta nociva em sala de aula. 


Tecnologia do Blogger.