Ads Top


Haddad imita tanto Bolsonaro que acabará pedindo aos seus eleitores que votem no 17

O petista Fernando Haddad não se cansa de passar vergonha. Após promover uma radical mudança no design de suas campanhas substituindo o tradicional vermelho das esquerdas pelo verde-amarelo, o prefeito escorraçado de São Paulo agora resolveu golpear ainda mais a própria dignidade ao fazer uma coletiva de imprensa com uma bandeira do Brasil pendurada ao fundo de sua bancada. 



Foi um episódio grotesco. Haddad nem parece ser o mesmo prefeito que há coisa de dois anos proibiu a Fiesp de exibir a bandeira do Brasil no painel de led instalado na fachada de sua sede alegando que o símbolo nacional causava "poluição visual". Agora o escorraçado a utiliza como decoração, sendo que como esquerdista que é sempre abominou a bandeira e o que ela representa. 

continua depois da publicidade


Se Haddad fosse homem, jamais se submeteria a um expediente tão humilhante. Como é possível um comunista exibir a bandeira do Brasil depois de tudo o que aconteceu no Brasil nos últimos anos? Nem parece que a extrema-esquerda passou os últimos dois anos ofendendo os brasileiros que protestaram contra os crimes do Partido dos Trabalhadores justamente por utilizarem as cores do Brasil contra o vermelho da organização criminosa da qual Haddad é membro.

Aliás, cabe destaque ao que foi veiculado pelo Antagonista mais cedo. A postura contraditória do petista não passou despercebida pelos jornalistas que o entrevistara, tanto que um deles perguntou ao fantoche de Lula sobre o adereço e ele se esquivou:

Haddad foge de pergunta sobre uso da bandeira do BrasilOs jornalistas estranharam e perguntaram a Fernando Haddad se ele passará a usar a bandeira do Brasil como pano de fundo durante suas coletivas daqui para a frente.
O poste do presidiário, de novo, se esquivou da resposta e disse apenas que tinham que perguntar “era por que quem bate continência para bandeira americana usa verde e amarelo”.

Sim, este é o Haddad - que sequer é homem para sustentar suas convicções. Se seguir imitando Bolsonaro desta forma doentia terminará pedindo a seus eleitores que votem 17 no dia 28 de Outubro.


  Curta o Reacionário no Facebook:



[left-sidebar]
Tecnologia do Blogger.