Ads Top


Coronel Ciro diz que Bolsonaro usa atestado falso para fugir de debates. É esta a opção moralizadora das esquerdas?


Candidato a presidência, o pedetista Ciro Gomes resolveu cometer mais uma de suas imposturas ao sugerir que seu adversário Jair Bolsonaro (PSL) está "fugindo dos debates". 

Eu quero dizer a você que eu vou tirar a sua máscara, Bolsonaro. Você não pode deixar de ir ao debate. Você está mentindo, e atestado médico falso é crime.
[...]Vá ao debate da Globo que eu vou mostrar que você é uma cédula de R$ 3

O coronel ainda emendou:

Eu, inclusive, vou ver se há esse negócio de recomendação médica. Vou processar o médico que tiver dado um atestado falso para ele. Porque ele está absolutamente pronto para o debate.

Até o UOL, veículo conhecido pelo jornalismo rasteiro de seus militantes de redação teve que desmentir Ciro. O portal ouviu o cirurgião Antonio Macedo. Médico do Hospital Israelita Albert Einstein e responsável por acompanhar o caso de Bolsonaro, Macedo vetou a participação do deputado nos debates por entender que o esforço prejudicaria sua recuperação. 

Bolsonaro foi submetido a duas cirurgias de porte gigantesco, perdeu 15 quilos e teve alta, para ir para casa, com 'home care' do [hospital Albert] Einstein. Ele está com um funcionário do Einstein cuidado dele 24 horas por dia. Hoje, ele estava tomando ferro na veia porque ainda está anêmico e terminou antibiótico e terapia hoje. [...] Eu decidi contraindicar que ele fizesse mais alguma atividade exaustiva, que pudesse cansá-lo ou trouxesse algum problema para a saúde dele, que ainda não está totalmente recuperado.

Veja bem: o sujeito tomou uma facada em um atentado político que quase lhe tirou a vida. Foi submetido a duas cirurgias, teve que se alimentar por sonda e atualmente passa por fisioterapia. E Ciro Gomes o chama de frouxo. Mais do que isso, há o desrespeito com os renomados médicos do Hospital Albert Einstein. Ciro reduz o veto de um cirurgião conceituado a um mero atestado médico falso. Portanto reduz também o Einstein a uma espelunca semelhante aos que vicejam no seu Ceará. 

Não causa espanto algum ver que Ciro é apontado como a opção moralizadora das esquerdas. Um sujeito que se refere a um oponente de forma tão baixa é mesmo o modelo ideal desta degradante ideologia. O que torna este processo insuportável é ver que são os apoiadores de Ciro e de Fernando Haddad os que dizem que sua posição extremista não é divergência política, mas sim "moral". Só se for a moral do esgoto. 

Curta o Reacionário no Facebook:


[left-sidebar]

Tecnologia do Blogger.