Ads Top


Barroso não gostou nada de ver a PF desmantelando comitês ilegais da campanha de Haddad em universidades federais




O ministro do Supremo Tribunal Federal Luiz Roberto Barroso não gostou nem um pouco da ação da Polícia Federal que aprendeu material de campanha de Fernando Haddad em comitês ilegais organizados em universidades federais de todo o país. Segundo Mônica Bergamo destacou na Folha de São Paulo, Barroso condenou a ação de forma veemente.

A polícia, como regra, só deve entrar em uma universidade se for para estudar

Não há qualquer surpresa aqui. Barroso nunca negou suas origens mesmo quando tentou jogar para a platéia se fantasiando de justiceiro contra a corrupção contra os inimigos da Lava Jato. Enquanto dava o que as massas queriam, o sujeito se manteve o mesmo radical progressista por baixo da farsa -- utilizando as prerrogativas institucionais do cargo para avançar nas pautas que eram barradas no Congresso Nacional. Se fosse mesmo tão honesto, não iria dar golpes em sequencia contra o Legislativo. Nem seria condescendente com quem usa instituições públicas de forma partidária.

Felizmente este blog nunca deu palanque para as investidas golpistas deste deplorável senhor, que tempos atrás agradou a tantos da Direita com sua demagogia e cinismo. Felizmente não é possível enganar todos ao mesmo tempo.


Tecnologia do Blogger.