Ads Top


Treta na extrema-esquerda: Ciro e Gleisi andam batendo boca pela imprensa por conta de traição de Lula





Traição é algo traumático para os envolvidos. Mesmo o traidor acaba sendo confrontado em público por conta dos seus atos. É o que tem acontecido no seio da extrema-esquerda desde que Lula deu uma rasteira em Ciro Gomes para isolar o pedetista nas eleições presidenciais. 

Evidente que o ex-ministro de Lula não engoliu o episódio. Em declaração recente, o cangaceiro alfinetou a um só tempo o centrão que o trocou por Alckmin e o PT que agiu apenas para prejudicá-lo. Disse Ciro:

Querem resolver a eleição nos gabinetes ou em celas, o que é até pior em certos aspectos", afirmou, em crítica velada à aliança do centrão (DEM, PP, PR, PRB e SD) com Geraldo Alckmin (PSDB) e às articulações promovidas pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para que PSB e PC do B não aderissem à sua campanha.

A indireta não passou batido. Presidente do partido, a senadora e ré Gleisi Hoffmann respondeu Ciro de forma frontal: 

O PT não quer bater boca com o Ciro. No entanto, pela experiência política que ele tem e pela longa caminhada na vida pública, é notório o exagero de suas falas para tentar colocar em outros a culpa dos seus erros na estratégia política

Claro, a gatuna do nariz arrebitado não ficou por aí. Ainda afirmou que Ciro estava se vitimizando. 

Essa tentativa de vitimização, para um homem velho de caminhada política, também fica bem feio, né

O clima anda pesado por aqueles lados. Se continuar assim, o futuro do Brasil estará garantido. 


Curta o Reacionário no Facebook:


[left-sidebar]

Tecnologia do Blogger.