Ads Top


Notório inimigo da Lava Jato, Lewandowski usa valores recuperados pela Operação como justificativa para aumento salarial



O paquidérmico aumento de 16% concedido pelos ministros do Supremo Tribunal Federal a eles próprios tem provocado grandes reações na sociedade, mas ao que parece os togados do STF ainda não se deram conta deste fato - ou ao menos parecem não se importar muito. Aliás, um deles preferiu adotar o cinismo para tratar do tema. Seu nome: Ricardo Lewandowski.

Notório inimigo da Operação Lava Jato, Lewandowski utilizou as investigações como justificativa para o aumento. Segundo o jurista da rota do frango com polenta, os valores são irrisórios diante do que já foi devolvido pela operação.

Vocês repararam que ontem [quarta] os juízes de Curitiba devolveram R$ 1 bilhão de dinheiro desviado da Petrobras?

Sim, é verdade. Mas o impacto do reajuste decidido na canetada pelos ministros daquela corte acovardada será de R$ 2,87 milhões para o tribunal em 2019. Já as consultorias do Senado e Câmara dos Deputados calculam que a brincadeira criará um gasto extra de até R$ 4 bilhões (que serão divididos entre os Estados e a União).

Qualquer ser humano com o currículo público de Lewandowski ficaria calado em um momento como este, evitando ao máximo a exposição desnecessária e a consequente ojeriza da população. Mas o jurista da rota do frango com polenta se acha não só no direito de defender o indefensável como também de subestimar a inteligência do brasileiro. Agora o sujeito quer usar a Lava Jato tão criticada por ele e por seus colegas da segunda turma para justificar o aumento pornográfico para os marajás da república.

Notório inimigo da Lava Jato, Lewandowski usa valores recuperados pela Operação como justificativa para aumento salarial

Curta o Reacionário no Facebook:


[left-sidebar]

Tecnologia do Blogger.