Ads Top


Dilma não gostou de saber que o MBL ainda está em seu encalço. E só vai parar quando ela estiver na cadeia




Hoje a presidente cassada Dilma Rousseff acordou de mau humor. A petista  não gostou da notícia de que sua candidatura ao Senado por Minas Gerais foi impugnada pelo jornalista Leonardo Vitor, coordenador do Movimento Brasil Livre em Minas Gerais e candidato a deputado estadual no estado. Ficou tão desapontada que cometeu estes dois tweets, seguidos de uma nota que é no mínimo constrangedora. Os textos estão reproduzidos abaixo. Comento na sequência. 

Hoje a presidente cassada Dilma Rousseff acordou de mau humor. A petista do neurônio solitário não gostou da notícia de que sua candidatura ao Senado por Minas Gerais foi impugnada pelo jornalista Leonardo Vitor, coordenador do Movimento Brasil Livre em Minas Gerais e candidato a deputado estadual no estado. Ficou tão desapontada que cometeu estes dois tweets, seguidos de uma nota que é no mínimo constrangedora. Os textos estão reproduzidos abaixo. Comento na sequência.



Mais um escondidinho de tucano  

Dilma: "Resolveram, com mãos de gato, usar um testa-de-ferro dos tucanos, um laranja do MBL, para continuar dando seus golpes contra a soberania popular"
O esforço dos golpistas de me calar é odioso. Os tucanos não têm a coragem de colocar a cara abertamente e  impugnar minha candidatura ao Senado.
Resolveram, com mãos de gato, usar um testa-de-ferro dos tucanos, um laranja do MBL, para continuar dando seus golpes contra a soberania popular.
Querem, agora,  impedir que o povo de Minas escolha nas urnas quem representará o estado no Senado da República.
Como estão fazendo com Lula, querem me cassar novamente. Mas não adianta.
A Justiça deve prevalecer. Os tucanos, que são contra a soberania popular porque sempre perdem quando as urnas falam, não conseguirão nos impedir.
Vamos, juntos com Lula, fazer o Brasil Feliz de Novo.
Minas e o Brasil querem um país, sem essas artimanhas golpistas, um país democrático, mais justo e menos desigual.
Dilma Rousseff
Candidata ao Senado


Dilma não gostou por saber que perdeu as últimas brigas que teve com este pessoal. Ao mesmo tempo em que sua candidatura foi questionada, o movimento também impugnou a candidatura de Lula por meio de ação apresentada pelo advogado do movimento Rubens Nunes Filho em nome do candidato Kim Kataguiri, também coordenador do grupo. 

A presidente sabe que da última vez que estes a quem ela chama de "testas de ferro" do PSDB se mobilizaram contra sua pessoa, ela acabou escorraçada do Palácio do Planalto por milhões de brasileiros que se insurgiram contra o império do crime que era o governo petista. Dilma também sabe que estes militantes não têm qualquer relação com o tucanato, já que na época em que Dilma era presidente o hoje candidato tucano Geraldo Alckmin e o seu adversário na disputa presidencial de 2014 Aécio Neves faziam corpo mole contra a possibilidade impeachment. A cassação de seu mandato não se deu pelo PSDB ou por conta do PSDB, mas sim apesar do PSDB. 

Dilma deve ter colocado o neurônio solitário para trabalhar muito na construção daquelas notas levianas. É surpreendente que a autora do famoso discurso da mandioca tenha conseguido a façanha de elaborar dois tweets sozinha. Não, certamente ela contou com uma prestigiosa equipe de assessores para conseguir este feito. A única coisa que esta senhora sabe é destruir o Estado, como fez com a refinaria de Pasadena e com as contas públicas do Brasil. É verdade que ela está um pouco chateada com a insistência do movimento em mantê-la longe da coisa pública, onde ela certamente voltaria a emporcalhar a política nacional. Mas é melhor Dona Janete se acostumar. Só vai parar quando ela e sua quadrilha estiverem na cadeia.

Curta o Reacionário no Facebook:


[left-sidebar]

Tecnologia do Blogger.