Ads Top

Para relembrar: Agência Pública fez "checagem" negando crise humanitária na Venezuela. Mais uma vez, significa.


A recente polêmica em torno da tentativa de censura disfarçada de checagem fez com que a internet se mobilizasse de forma indignada contra os grupelhos de militantes radicias que se intitulam como "agências de checagem". Vários fatos interessantes começaram a emergir, evidenciando o mar de lama em que estão mergulhados os tais "checadores". Um deles, a Agência Pública, é fruto de um pecado original: ela é ligada ao jornalista e cientista político Leonardo Sakamoto (aquele). E piora: já receberam doações da Open Society, de George Soros. Mas nada diz mais sobre as tais agências de checagem envolvidas na falsa operação contra as fake news do que o fato da Agência Pública ter negado a crise humanitária na Venezuela. O assunto foi tratado aqui no blog, evidenciando o embuste. Talvez os checadores acreditem que os venezuelanos revirem lixo por prazer. Vamos relembrar: 

Agência Pública tentou acobertar bolivarianismo denunciando supostas fake news sobre Venezuela. Agora temos mais de cem mortos.

Hoje o amigo Luciano Ayan fez uma observação deverás importante: a mesma Agência Pública que hoje se coloca como Ministério Paralelo da Verdade já tentou acobertar os crimes do bolivarianismo.


continua depois da publicidade










Agora aos fatos: alguns idiotas questionaram o fato do MBL ter respondido a Agência Pública de Leonardo Sakamoto e George Soros com aquele falo ereto. É bom perguntar como devemos tratar quem tenta desacreditar as denúncias contra um regime golpista. Já temos mais de cem mortos na Venezuela, opositores presos e crise humanitária. A Agência Pública apóia este regime sangrento. Sendo assim, reconhecer qualquer autoridade moral na AP é também validar Maduro e os bolivarianos como se democratas fossem.


Pois é. A divulgação destes fatos inconvenientes já provoca pânico entre os censores. Alguns deles já até emitiram notas afirmando que são alvos de perseguição e patrulhamento. Sinal de que já estão sentindo a água subir. 


Curta o Reacionário no Facebook:



[left-sidebar]


Tecnologia do Blogger.