Ads Top


De barriga cheia, Coronel Ciro Gomes diz que "oposição venezuelana é nazista"

Ciro Gomes só consegue surpreender nos aspectos negativos. Nunca diz nada coerente, nunca apresenta uma proposta razoável, nunca contribui com o debate público. Parece que seu esforço e razão de vida é mesmo emporcalhar o debate público.

Vejam só o que o coronel disse em sua participação no Roda Viva:
O papel natural do Brasil é de mediar este conflito entre uma oposição fascista, neonazista, entreguista, vendilhão da pátria, que é a maior parte da oposição ao Maduro, e um chavismo que não se sustenta mais, a partir da exaustão de mecanismos de cíclico apelo popular que não estão conseguindo romper o cerco de isolamento econômico, especialmente imposto pelos norte-americanos, e que provoca um isolamento muito grave
continua depois da publicidade
Não é necessário discorrer sobre a crise venezuelana e sobre o inferno bolivariano habilmente implantado pelo tenente-coronel Hugo Chavez. Todos nós sabemos o que acontece ali. Temos milhões de refugiados venezuelanos tentando entrar no Brasil, Guiana e Estados Unidos. São atormentados pela fome, pela miséria e pela repressão. Por isso é inaceitável este tipo de comentário vindo de um candidato a presidência da República.

Ciro é um cretino, um troglodita desalmado que só está chamando a oposição ao ditador Maduro de "neonazista" por estar de barriga cheia. Ciro coloca suas conveniências políticas acima de qualquer coisa, já que ele não tem escrúpulos de passar pano para um genocida como Maduro. 

Curta o Reacionário no Facebook:


[left-sidebar]

Tecnologia do Blogger.