Ads Top

Vamos ver se os bandidos do MST e afins terão mesmo coragem de impedir a prisão de Lula


Desde o início das mobilizações democráticas que os grupos radicais de esquerda afirmam que irão tocar o terror. Primeiro quando se aventou a hipótese de impeachment de Dilma Rousseff, depois quando se iniciaram as investigações contra o ex-presidente Lula.

Para ser justo, parte da promessa foi cumprida. Estradas bloqueadas, fazendas invadidas, protestos violentos e atos criminosos pipocam em todo o país contra a prisão de Lula e contra o impeachment. Mas nada que se compare as ameaças de levante que eles pregavam.

continua depois da publicidade

Isso é óbvio que não aconteceria, já que estes grupos que adotam o banditismo como arma política são tão radicais quanto minoritários. Sendo assim fica óbvio que suas fileiras não contam com mais que uma centena de criminosos.

Estes que hoje ameaçam tocar o terror por vezes anunciaram que iriam fazer correr sangue nas ruas, que parariam o país. Só conseguiram mesmo passar vergonha nas redes e apanharem dos defensores da lei e da ordem.

Vamos aguardar as manifestações dos jagunços do petismo. É certo que os tonton macoute irão entrar em polvorosa nas próximas horas. Mas também é verdade que para isso temos as valorosas polícias militares e suas eficientes tropas de choque. Também temos as forças armadas a postos para dar conta dessa gente (o que provavelmente não será necessário, já que Lula e Dilma Rousseff falharam em instituir milícias populares semelhantes as que foram implantadas na Venezuela do amigo Nicolas Maduro). E, convenhamos, poucos brasileiros ficarão tristes em ver vândalos e apoiadores de bandido apanhando após partirem para o vale tudo. A democracia se dá nas ruas, mas também se dá quando o cassetete do choque amacia as carnes de criminosos autoritários.


O Reacionário no Facebook:


[left-sidebar]

Tecnologia do Blogger.