Ads Top


O medo da cadeia faz Dilma repensar o Senado: a criminosa cogita se candidatar a deputada depois da delação de Palocci


Segundo o jornal Gazeta do Povo, a ex-presidente Dilma Rousseff tem repensado a candidatura ao Senado Federal. É que o Partido dos Trabalhadores cogita uma aliança com o MDB, e a presença de Dilma entre o time dos candidatos a Câmara dos Deputados teria o condão de puxar votos para a chapa, além de oferecer algo a mais para os aliados - no caso, uma cadeira no Senado por um dos estados mais importantes da federação.

continua depois da publicidade
Mas é claro, não é só isso. Dilma está encrencada com a Operação Lava Jato,e sua situação ficou ainda mais nebulosa após a delação de Antonio Palocci ser homologada pela Polícia Federal. Dilma já tinha em seus calcanhares a delação dos marqueteiros Mônica Moura e João Santana, agora se vê envolvida com os torpedos de seu ex-ministro.

De uma maneira ou de outra, é bom destacar que a ex-presidente está ávida não apenas pelo retorno a Brasília, mas sim por qualquer posição que lhe garanta o foro privilegiado. Não é a única: o PT avalia a hipótese de lançar nomes mais fracos ao Senado e jogar medalhões encrencados como Gleisi Hoffmann e Lindbergh Farias como candidatos a deputados. Desta forma eles poderiam pontuar razoavelmente bem ao mesmo tempo em que garantem o foro privilegiado. É um jeito razoável de evitar a extinção política.

Curta o Reacionário no Facebook:


[left-sidebar]

Tecnologia do Blogger.