Ads Top


Governador comunista do Maranhão emite ordem para que polícia espione opositores durante eleição


De acordo com matéria do Estado de São Paulo, o governador comunista do Maranhão Flávio Dino orientou as forças policiais do estado monitorem grupos políticos antagônicos ao poder municipal e estadual por ocasião do período eleitoral. O documento da Secretaria de Segurança Pública determina "identificação de políticos opositores ao município ou ao Estado que possam causar embaraços no pleito eleitoral e ainda manda transferir policiais envolvidos com política". Em resumo: Flávio Dino quer que as polícias maranhenses espionem seus opositores políticos.

A matéria do Estadão vem acompanhada de documentos e de uma nota emitida pela Polícia Militar maranhense.



O comandante geral da PM do Maranhão, Jorge Luongo, afirmou que o documento ‘é um equívoco grave e sem precedentes, não autorizado pelo Comando da Instituição Policial Militar’. “Logo que este equívoco foi identificado, tomou medidas imediatas para corrigir tal erro e tornar sem efeito tais medidas, assim como instaurou um procedimento de apuração legal para as devidas providencias que o caso requer”
COM A PALAVRA, O COMANDANTE GERAL DA POLÍCIA MILITAR DO MARANHÃO, JORGE LUONGO
A Polícia Militar do Maranhão vem a público esclarecer que o documento que circula nas redes sociais onde supostamente se determina às Unidades do Interior que identifiquem lideranças antagônicas ao Governo Local e Estadual é um equívoco grave e sem precedentes, não autorizado pelo Comando da Instituição Policial Militar, que na sua gênese procurava tão somente catalogar dados informativos e estatísticos que subsidiassem um banco de dados para a elaboração do planejamento do policiamento das eleições 2018.
Informa que logo que este equívoco foi identificado, tomou medidas imediatas para corrigir tal erro e tornar sem efeito tais medidas, assim como instaurou um procedimento de apuração legal para as devidas providencias que o caso requer.
Coronel PM Jorge Luongo – Comandante geral da Polícia Militar do Maranhão

continua depois da publicidade

O que é surpreendente é que Flávio Dino faça estas coisas de forma tão descarada que chega a ser pornográfica. E notem que o sujeito é apenas governador. Imagine se um tipo andrajoso como este chegasse a presidência? Foi por essas e outras que este blog fez tanta oposição a nomeação do irmão do comunista Flávio Dino para a Procuradoria-Geral da República. Sim, o procurador Nicolao Dino é irmão do governador comunista. Quem nos garante que o procurador agiria de forma independente, sem seguir nenhuma ordem do irmão stalinista? Para quem não se lembra, o procurador Nicolao Dino era o braço direito de Rodrigo Janot - que por sua vez fez toda aquela confusão com os açougueiros apenas para alçar seu protegido ao cargo de PGR.

Claro que não causa surpresa ver um comunista agindo de forma autoritária, mas é nosso dever denunciar os desmandos deste psicopata autoritário que hoje governa o Maranhão. Até porque Flávio Dino representa como poucos a síntese do comunismo: trata-se de um rico burocrata que chegou ao poder em um estado marcado pelo feudalismo da família Sarney. Assim como na Rússia, o Maranhão nunca conheceu o progresso: passou dos coronéis ao comunismo de Flávio Dino, que conseguiu aprofundar a miséria enquanto alavanca a agenda suja de seu partido.
Tecnologia do Blogger.