Ads Top

Globolixo faz jornalismo de guerra contra MBL com a clara intenção salvar Lula


As Organizações Globo desceram mais um degrau no nível de indignidade (o que por si só já é improvável dado o nível de sujeita naquelas redações).  A última cartada foi acusar o Movimento Brasil Livre de "fraudar o Facebook" para divulgar a manifestação pela prisão de Lula marcada para amanhã.

Trata-se de uma trama sórdida, um atentado contra a liberdade de expressão. Mais do que isso: trata-se de um ato de traição a pátria, já que os perpetradores deste ato conspiram em favor de quem arquitetou o maior esquema de corrupção da história - cujo objetivo maior era a morte de nossa jovem democracia.

A Rede Globo se levanta de maneira impiedosa contra um grupo de jovens que não dispõe de nada além de plataformas digitais e a coragem para lutar. Isso é jornalismo de guerra contra o movimento. O que aqueles executivos envolvidos em nebulosas transações pretendem é calar o contraditório. Quem por anos viveu do parasitismo do estado agora quer manter os grilhões dos brasileiros matando o filhote no ninho.

É preciso dizer que chegaram tarde. Lá atrás a imprensa tentou calar estas mesmas vozes associando a luta pela democracia com grupelhos que "clamavam" por intervenção militar. A intenção naqueles dias de novembro de 2014 era rotular estas mesmas pessoas com a mácula de truculentos sicários do militarismo, para ao final manter no poder a czarina Dilma Rousseff. Não deu certo, o povo tomou as ruas e o projeto bolivariano foi rechaçado. Por que motivo então a Globo acha que irá vencer desta vez?


A Globo que arreganha os dentes para o MBL não demonstrou tamanha tenacidade nem para defender seu parque industrial atacado por militantes do MST e demais grupelhos de extrema-esquerda, nem mesmo para defender seu funcionário agredido por um brutamontes capanga de Lula durante a caravana do criminoso de São Bernardo pelo Sul. Isso porque a emissora tem lado, e não é o lado dos brasileiros. O que a Vênus das Fake News quer é manter seu império de silêncio e lavagem cerebral, uma pérfida estrutura de dominação que assalta nossos bolsos ao mesmo tempo em que avança na agenda suja das esquerdas.

São eles que foram citados por Antonio Palocci em delação, não o MBL. Foram eles que fraudaram o BANERJ, não o MBL. Foram eles que se associaram aos governos militares, não o MBL. Foram eles que se prostituíram para todos os governos desde o início dos tempos - não o MBL. Quem diariamente tenta corroer o cérebro dos brasileiros são eles, os que tem as mãos manchadas de sangue. São os que militam contra a família, contra o Estado e contra a democracia, os que retratam criminosos e psicopatas como heróis ao mesmo tempo em que demonizam velhinhas e homens comuns. O que a Globo faz agora nada mais é do que o que já foi feito pelo próprio petismo em seus últimos dias de governo, o mostrar-se como invencível para desestabilizar o adversário. A Globo faz agora o mesmo que seu comparsa Rodrigo Janot fez no auge de seus dias inglórios ao se proclamar nos noticiários como "o índio das flechas infinitas". O final nos já conhecemos. Nós, os democratas, ficaremos de pé enquanto eles desfrutarão do ostracismo.



O Reacionário no Facebook:


[left-sidebar]

Tecnologia do Blogger.