Ads Top

Arthur do Val processará ex-jornalista botequeiro Gilberto Dimenstein por calúnias


Notícia do Diário Nacional:

Em vídeo publicado no canal do Youtube Mamãe Falei, o youtuber Arthur do Val anunciou que irá processar o portal Catraca Livre, principal responsável por disseminar a fake news de que o vídeo da agressão de Ciro Gomes em Arthur foi editado para manipular o tapa do presidenciável.
Arthur anunciou a contratação de um “perito” para “analisar o vídeo original” e fazer com que o ex-jornalista Gilberto Dimenstein, fundador do Catraca Livre, “responda na justiça” por ter disseminado a mentira de que houve edição no vídeo.
Em editorial, o portal acusou o youtuber ligado ao MBL de falsear as imagens e afirmou que “a equipe do Catraca Livre também analisou as imagens e confirma que houve edição” sem apresentar qualquer laudo pericial ou evidência.
Não é a primeira vez que Gilberto Dimenstein tem atritos com o youtuber. Em abril do ano passado o hoje pré-candidato a deputado estadual foi até o boteco que o jornalista possui na Vila Madalena para denunciar inúmeras irregularidades no local.

Veja o vídeo aqui:


continua depois da publicidade
Caso o processo prove o ponto de Arthur, o que parece mais provável, Dimenstein terá de se explicar. Amanhã o ex-jornalista promete lançar, segundo o Catraca Livre, o Projeto ReVer (Rede Verdade) para “revelar as manipulações na internet” através de inteligencia artificial.

Dimenstein parece Gus, o personagem de Breaking Bad que patrocinava o departamento anti narcóticos da polícia enquanto liderava o esquema de tráfico de drogas na região. Relembre aqui matéria que comprova algumas mentiras publicadas pelo Catraca Livre para favorecer o petista Haddad durante sua gestão no município de São Paulo.

Finalmente uma boa notícia. Já era tempo de ver criminosos políticos pagando por seus crimes. O ex-jornalista e botequeiro Gilberto Dimenstein é notório golpista, chegou até a publicar um organograma forjado incluindo este blog em uma rede de sites supostamente financiados pelo MBL. A rede incluía até O Antagonista, Rodrigo Constantino e Senso Incomum. Uma bizarrice tão grande que incluía o Spotniks - portal cujo articulista Rodrigo Silva já disse em alto e bom som o quanto odeia o movimento.

Dimenstein deve pagar caro por sua delinquência, sua falta de escrúpulos, sua torpeza moral. Um assassino de reputações que desfere punhaladas retóricas para sangrar seus adversários. Como foi dito aqui, ele não suporta o fato do MBL ter desmascarado aquele boteco na Vila Madalena que ele apresenta como "espaço cultural".

Que Arthur puna o meliante, que exponha suas entranhas em praça pública e mostre a todos que o sujeito que se apresenta na CBN como moderado progressista e conceituado jornalista não passa de um estelionatário.



O Reacionário no Facebook:




[left-sidebar]

Tecnologia do Blogger.