Ads Top


Schneider sai das sombras para defender vândalos que tentaram invadir a Câmara

Secretário da Educação em São Paulo, Alexandre Schneider saiu das sombras apenas para descer mais um degrau na escala de dignidade. Diante da ameaça de invasão da Câmara Municipal de São Paulo, o secretário preferiu comprar a versão dos sindicalistas condenando a ação da Guarda Civil Metropolitana.

Leia abaixo a manifestação do secretário:



Schneider já provou que não está a altura do cargo no episódio em que se apressou a condenar a visita do vereador Fernando Holiday a uma escola pública do município. Diante do desmentido de que houve intimidação de professores por parte do coordenador do MBL, o secretário não quis saber de pedir desculpas - apenas aproveitou a ocasião para despejar mais veneno. Causou uma crise na prefeitura e se escorou com o apoio de pessoas de índole duvidosa, inclusive um ongueiro Daniel Cara, entusiasta do MST. Schneider também agradeceu ao apoio do PSOL e de outros extremistas de esquerda.

O fato de ter mais uma vez comprado a versão da extrema-esquerda sem consultar qualquer outro fato mostra que o secretário não age de forma precipitada e ingênua, mas sim de má fé. É um militante com tendências totalitárias que trabalha para sabotar o povo paulistano. Inclusive ao defender uma agenda oposta a da gestão da qual faz parte.

Schneider não merece qualquer respeito. Primeiro por apoiar vândalos, segundo pela desonestidade e terceiro pela flagrante hipocrisia. Como um secretário demonstra tanta desfaçatez ao atacar a GCM vinculada ao governo da qual faz parte? Se Schneider está tão indignado com a forma com que aqueles vândalos foram tratados hoje, deveria renunciar ao cargo e ceder o lugar a alguém menos comprometido com a agenda suja da extrema-esquerda. Mas é óbvio que ele não fará isso: desonesto que é, prefere receber e instrumentalizar o cargo enquanto atinge dois coelhos com uma cajadada: sabota uma agenda de governo enquanto é pago para isso.



Curta O Reacionário no Facebook:

[left-sidebar]










Tecnologia do Blogger.