Ads Top

O patético Lindbergh tentou calar Ana Amélia. Como sempre o senador covarde é valente só contra mulheres


O Senado Federal mais uma vez viu a infame "Bancada da Chupeta" apresentar seu freak show. Desta vez o alvo foi a senadora Ana Amélia (PP-RS), vítima de um ataque coordenado liderado pelo petista Lindbergh Farias.

Como os petistas querem criar narrativas que contestem os protestos contra a caravana de Lula pelo Sul, resolveram jogar sob Ana Amélia a pecha de incitadora do ódio por conta daqueles tiros mandrakes que supostamente partiram de adversários do partido do plano criminoso de poder. Ana Amélia, que apoiou os protestos, foi achincalhada pela tropa. Mas reagiu com firmeza. 




A fala que desencadeou o esperneio petista havia sido dita na convenção do Partido Progressista. Ana Amélia disse: "Quero cumprimentar Bagé, Santa Maria, Passo Fundo, Santana do Livramento, que botou a correr aquele povo que foi lá levando 1 condenado”. “Atirar ovo, levantar o relho [chicote], é para mostrar onde estamos nós, onde estão os gaúchos”

Lindbergh e os demais lacaios do petismo na casa tentaram responsabilizar a senadora pelos tiros. "A senhora é um pouco responsável", vociferou LIndbergh. A reação da senadora foi maiúscula, como pode ser visto no vídeo. 


O que chama a atenção em mais este ato de baixaria e truculência no Senado é que Lindbergh só age desta forma contra mulheres. Depois que o senador Ronaldo Caiado chamou o petista para ir brigar fora das dependências da casa e longe da interferência de seguranças e da turma do deixa-disso, Lindbergh nunca mais desafiou o goiano. É fácil ser bruto e insolente com uma senhora como Ana Amélia, difícil é sair no braço com o gigante Caiado.

O Reacionário no Facebook:


[left-sidebar]

Tecnologia do Blogger.