Ads Top


O oportunismo sem limites: a falsa promessa de grupos políticos pode arruinar a vida do trabalhador do campo


Como noticiado aqui, a última prática indecorosa de setores oportunistas é prometer aos produtores rurais o fim do FunRural. Não querem explicar o que substituirá a contribuição ou como poderão proceder desta forma sem uma reforma legislativa. Apenas fazem promessas em troca de ganhos políticos. 

O caso é que os produtores podem sofrer grandes prejuízos com isso, como dissemos aqui. Quem deixa de pagar seus tributos pode sofrer as consequências previstas na lei. E pode além de tudo dar brechas para prejuízos e até auditorias. 

Verdade é que quem procede desta forma enfraquece a própria democracia, já que atuam por meio da Judicialização da terra. Isso fortalece os grupos radicais de esquerda. Influentes no judiciário, eles passarão a ter legitimidade de questionar o direito de propriedade na mais alta corte do país. E sabemos bem que por lá há alguns juristas com síndrome de Robespierre ávidos para dar golpe no Legislativo. 

Claro, um golpe no Legislativo não parece nada demais em um primeiro momento. Mas isso enfraquecerá as possibilidades de negociação e persuasão de parlamentares legitimamente eleitos. O destino da terra e de quem nela trabalha ficará nas mãos de indivíduos ideológicos. Imaginem nomes como Ricardo Lewandowski, Dias Toffoli e Luís Roberto Barroso decidindo sobre disputas de propriedade. 

Até agora o agro conseguiu resistir fazendo uso dos instrumentos já disponíveis, como a pressão dos parlamentares, a propaganda em redes sociais e a conscientização direta por meio das próprias entidades. O mesmo não se dará após a concretização da irresponsabilidade dos oportunistas de turno. A partir de agora as pressões poderão perder o efeito, já que temos indivíduos dando o poder para indivíduos não eleitos
Tecnologia do Blogger.