Ads Top

A PF deve investigar os supostos tiros contra a caravana de Lula. É que parecem muito com os falsos tiros do Instituto Lula


Sempre que a corda aperta contra o petismo, surge um atentado contra a organização criminosa. Essa lógica se deu em 2015, quando o Instituto Lula foi "atacado" a tiros. Por coincidência não havia uma câmera de segurança, nenhuma testemunha ou segurança no momento que pudesse identificar os autores dos disparos. 

Bom, hoje foi a vez da caravana de Lula ser "atacada". Os supostos disparos aconteceram em um trecho entre as cidades de Quedas do Iguaçu e Laranjeiras do Sul (PR). Dois ônibus foram atingidos. Justamente neste momento não havia escolta policial. 


É estranho que isso tenha acontecido justamente no momento em que Lula e seus lacaios levam chicotes no lombo e ovos na cara. Neste mesmo blog já foi dito que a impunidade de Lula despertaria o caos, mas sabemos que não é exatamente fácil obter armas (não para o pacato cidadão). Também sabemos que não é essa a dinâmica de manifestantes políticos. Então o que houve? 

Não sabemos. As autoridades devem investigar. É muito estranho que isso aconteça após os petistas pedirem reforço na segurança de modo tão histérico. Quando os tiros foram disparados contra o Instituto Lula, a história desapareceu dos noticiários tão logo foi publicada (de tão ridícula que era). Vamos ver agora o que acontece. Não sou perito, mas pelo que vi as características são as mesmas. Considerando que o PT falsifica até água, será melhor para todo mundo se o caso for apurado até as últimas consequências. 



O Reacionário no Facebook:



[left-sidebar]


Tecnologia do Blogger.