Ads Top

Desesperado, Zarattini se movimenta nas sombras para tentar (de novo) matar Uber e demais aplicativos de transporte


O deputado federal Carlos Zarattini (PT-SP) ainda não se deu por vencido: mesmo diante da grande possibilidade de ver sepultado seu projeto de lei anti-Uber, o petista segue fazendo conchavos nos subterrâneos do Congresso Nacional contra os aplicativos. O deputado regressista aproveitou a pauta do dia de hoje para se reunir com sindicalistas ligados aos monopólios dos táxis, vociferando contra os aplicativos e pedindo mais regulamentações. 

Acontece que Zarattini não quer regulamentações, isso já foi feito no Senado Federal. O que Zarattini quer é destruir a possibilidade de competição, já que coloca a decisão sobre o exercício das atividades nas mãos das câmaras municipais - sujeitando o emprego e renda de mais de quinhentos mil brasileiros nas mãos da politicagem patrimonialista de vereadores ligados ao monopólio do táxi, ao sindicalismo e ao setor dos despachantes (outros grandes abutres que lucram com a burocracia).

Zarattini provavelmente será derrotado por conta da natureza das duas casas: normalmente a Câmara respeita a decisão do Senado Federal por conta da precedência oficial do Senado Federal, que está a frente dos deputados na hierarquia da União. Quando algum projeto de lei é alterado pelos senadores, os deputados simplesmente acatam a questão por cortesia e devolvem o projeto ao Senado para que dali seja enviado para sanção pelo Executivo. Isso joga contra Zarattini. Também pesa contra o deputado o fato de que uma revisão do projeto agora faria todo o projeto voltar ao zero. Os parlamentares já experimentaram a fúria das redes sociais quando caíram no conto da sereia petista aprovando a bizarrice regressista. Não vão querer se queimar tanto em período pré-eleitoral.

Resta para Zarattini seguir fazendo política nas sombras, junto com seus sindicalistas truculentos e seus ideólogos do retrocesso. Poucos seguirão os caminhos do homem da lista da Odebrecht. Não vão querer se queimar abraçando este leproso político.

Curta O Reacionário no Facebook:

[left-sidebar]

Tecnologia do Blogger.