Ads Top


Lindbergh, o homem que arregou para Caiado é o mesmo que conclama tontons macoutes para lutarem por Lula


Como todos sabem, o senador petista Lindbergh Farias resolveu apoiar a incitação ao crime feita pela também senadora Gleisi Hoffmann. Em vídeo ele disse:

Eu defendo que a gente tenha outra esquerda, mais preparada para o enfrentamento e para as lutas de rua. Chega! Não é hora de uma esquerda frouxa, burocratizada, acomodada. Eu falo isso que eu quero dizer que eu concordo com a posição da senadora Gleisi Hoffmann, a presidente do PT, que elevou o tom no discurso de que nós não vamos aceitar a condenação do presidente Lula num processo como esse. E sem prova alguma.


E completou:

O caminho agora é outro. Não é só pela via institucional, recorrendo a esta Justiça que já mostrou que tem lado. 

O que Lindbergh faz é crime, seu discurso incita a rebelião, ao banditismo, a violência generalizada e ao enfrentamento a decisão de um dos poderes do Estado. O que, como já foi dito ontem, é inadmissível.


Mas vamos lembrar que o valente Lindbergh não quer saber de ir para a rua sozinho e tocar o terror com as próprias mãos. Não é homem para isso. Como carniceiro que é, prefere se cercar de capangas fundamentalistas que o façam.


Afinal de contas, este é o homem que fugiu mas duas vezes em que o senador Ronaldo Caiado o chamou para a briga. O homem que deseja um levante não teve coragem de sair no braço com o já idoso Caiado, que ao contrário de Lindbergh, não sai por aí pedindo levantes contra o Estado. Como bom fascista que é, Lindbergh só é valente apenas na tocaia, na emboscada, na facada nas costas e na rasteira por trás. Ou quando está cercado por seus Black blocs.



Curta O Reacionário no Facebook:

[left-sidebar]

Tecnologia do Blogger.