Ads Top

Jane Fonda diz que o caso Weistein só gerou polêmica porque as vítimas eram brancas. É mais uma prova de que esquerdismo é doença


A atriz Jane Fonda resolveu se pronunciar sobre o rumoroso escândalo de assédio e estupros creditados ao produtor de cinema Harvey Weinstein, uma das figuras mais proeminentes da indústria do entretenimento dos Estados Unidos. Para Jane Fonda, o caso só atingiu estas proporções pelo fato das vítimas serem todas brancas e famosas. 

Em primeiro lugar, deve ficar claro que a atriz age de maneira premeditada com este comentário bizarro. Jane sabe que a polêmica em torno de um caso não diminui a gravidade diante de outros, e que não se deixa para investigar um em detrimento de outro. Ela simplesmente não quer atenção para o caso Weinstein por conta dos diversos aspectos envolvidos. 

Dissemos aqui no blog: Weinstein era ativista do Partido Democrata, além de fazer doações pontuais e promover eventos de arrecadação para políticos como Bill e Hillary Clinton. Também era famoso por se cercar de outros ativistas que, junto com ele, foram arrastados pelas turbulentas revelações. O hipócrita George Clooney simulou indignação contra a fita de mais de uma década onde Trump fala obscenidades nos bastidores de um programa de tv. O ator moralista foi acusado de ter abafado casos de assédio nos bastidores da série Plantão Médico, estrelada por ele nos anos 90. Outro hipócrita desmascarado foi Ben Affleck, acusado pela atriz Hilarie Burton. Ou melhor: Hilarie relembrou o caso, já que o fato se deu diante das câmeras do Total Request Live, da MTV. 

O caso trouxe grandes danos aos democratas. Isso por si só é motivo suficiente para Jane Fonda querer os holofotes longe do caso. Sórdida, ela usa possíveis outras vítimas em seu estelionato. Uma vergonha até mesmo para ela. Jane Fonda é assumidamente socialista. Como é típico entre os membros da escória, ela é simplesmente incapaz de demonstrar qualquer sentimento de humanidade. Para quem não sabe, a atriz visitou o Vietnã em plena guerra para conhecer as tropas vietcongues que assassinavam seus conterrâneos americanos. Tirou fotos com tanques e com soldados, além de tecer elogios aos comunistas. Muitos tentaram poupá-la das críticas com o argumento de que a juventude é a maior responsável pela cegueira ideológica. Vendo a atriz veterana pregar a impunidade e o esquecimento de crimes sexuais praticados por um figurão democrata é a mostra de que esquerdismo é mesmo doença.

Curta O Reacionário no Facebook:

Tecnologia do Blogger.