Ads Top

Obama simula indignação com fim de programa para imigrantes, sendo que ele próprio mandou devolver refugiados para a ditadura cubana


O ex-presidente dos Estados Unidos Barack Hussein Obama ressurgiu de seu retiro para criticar a decisão do presidente Donald Trump de encerrar o Deferred Action for Childhood Arrivals (Ação Diferida para os Chegados na Infância, o DACA). Disse Obama: 

Atingir estes jovens é errado - porque eles não fizeram nada de errado. É contraproducente porque eles querem começar novos negócios, trabalhar em nossos laboratórios, servir em nossas Forças Armadas, e por outro lado, contribuem com o país que amamos. Isto é cruel 

É encantador ver como o sujeito se comove com o drama dos refugiados... A menos, é claro, que estes refugiados sejam fugitivos do comunismo. O mesmo Obama assinou decreto extinguindo a política do "Piés Secos, Piés mojados". A partir de então, os cubanos que tentam chegar aos Estados Unidos nas balsas improvisadas ou pela América Central acabam por serem devolvidos a ditadura socialista que controla aquele país. O que prova que para Obama, alguns refugiados são mais importantes que outros. Mais uma vez o que se vê é um estelionatário socialista simulando as virtudes que não têm e a indignação que não sente.





Tecnologia do Blogger.