Ads Top

Requião é caso de intervenção psiquiátrica



Enquanto retuitava extremistas de esquerda, o senador Roberto Requião soltou a seguinte pérola:


Pois é. Requião foi grande amigo de Hugo Chávez e admirador do bolivarianismo. Além disso, atua como cabrita de Lula defendendo o Partido dos Trabalhadores com coices e mordidas. A última foi contra o MBL.

Isso é excelente, para o movimento. Ser associado a Roberto Requião é sinal de fracasso e desprestígio. Vejam o caso do deputado estadual Maurício Requião, seu filho. Ao ser associado ao pai, amargou das últimas posições na disputada pela prefeitura de Curitiba. Isso porque ninguém quer saber do velho corrupto que quer o Brasil de joelhos para o bolivarianismo. Ao se posicionar do lado oposto do MBL, Requião presta um grande serviço. É que além de corrupto é louco.

Aliás, notem que ele recomenda aos outros aquilo que precisa. Sim, há tempos este senhor precisa de intervenção psiquiátrica. Ainda governador, o sujeito ingeriu sementes de mamonas para agradar o então presidente Lula. Prova que o sujeito é instável e coloca a sua vida e a de terceiros em risco se entender que isso representa dividendos para Lula. Como uma dócil cadela, Requião abana o rabo e lambe os pés do petismo ao mesmo tempo em que arreganha os dentes para seus adversários. Como já é um senhor de idade, o máximo que consegue é matar seus adversários de vergonha alheia. O caso de Requião é grave, e a única solução viável é colocado de camisa de força em uma solitária acolchoada no Asilo de Arkham para os Criminalmente Insanos.


  Curta o Reacionário no Facebook:[left-sidebar]

Tecnologia do Blogger.