Ads Top

Molón e Randolfe querem impedir que Fachin seja convocado para prestar esclarecimentos sobre relações com a JBS. Significa


No campo das movimentações que não são nada estranhas, temos mais uma novidade: o deputado federal Alessandro Molón (ex-PT) e o senador Randolfe Rodrigues (ex-PT e ex-PSOL) resolveram entrar com recurso no Supremo Tribunal Federal para impedir que o ministro Edson Fachin possa ser convocado a depôr pela Câmara dos Deputados. A intenção é inviabilizar o Requerimento de Informações assinado pelo deputado Fausto Pinato (PP-SP). Significa. 

Vejamos: temos dois parlamentares de extrema-esquerda escondidos na Rede de Marina Silva tentando impedir que um ministro do STF citado em delação premiada deponha ao Congresso Nacional. Isso mesmo diante da denúncia de que Fachin (o ex-advogado do MST) chegou ao cargo não só por indicação de Dilma Rousseff, mas contando com a ajuda amiga dos irmãos criminosos Wesley e Joesley Batista. Quem diz isso é o delator Ricardo Saud, que afirmou ter acompanhado Fachin nos gabinetes de senadores para "convencê-los" a aprovarem o ministro. 

A convocação do deputado Fausto Pinato (muito celebrado por Randolfe e Molón quando estava empenhado em cassar o mandato de Eduardo Cunha) poderia esclarecer alguns pontos. Seria a chance do ministro falar. Além do que é ali a instância correta, já que a aprovação também se dá pelo Congresso. Mas os dois membros da Rede não querem. 

Qual é o problema em prestar depoimentos? É bom lembrar que a Rede que passou anos e anos calada chamando impeachment de golpe (inclusive os dois lobos em pele de ovelha já citados) foi uma das forças que tentou tramar nos bastidores contra a cassação do mandato de Dilma Rousseff. Marina queria o país em frangalhos para se candidatar como heroína diferentona em 2018. Agora vemos os dois se empenhando para passar pano para Fachin. Se a intenção destes senhores é colocar o ministro Friboi acima de qualquer suspeita, o simples fato de ser apoiado por um ex-PT e um ex-PSOL já é suficiente para que a imagem de Fachin saia arranhada. 



Tecnologia do Blogger.