Ads Top

No país em que pessoas reviram o lixo em busca de comida, Maduro pagou U$ 11 milhões por campanha a Mônica Moura e João Santana


A marqueteira Mônica Moura revelou ter recebido U$ 11 milhões do hoje ditador Nicolas Maduro pela campanha de Hugo Chavez à reeleição em 2012. Em dinheiro vivo. A esposa de João Santana recebeu outros R$ 9 milhões das empreiteiras Odebrecht e OAS. Já se sabe que a construção de grandes obras de infra-estrutura que supostamente representavam um avanço na integração regional e no progresso do continente não passavam de uma fachada para alimentar aspirações totalitárias e cofres de empresários gananciosos. 

É bom pontuar que o dinheiro de empreiteiras veio das grandes obras realizadas no país com financiamento do BNDES, aquele banco de fomento estatal que sequer deveria existir. Até a existência jurássica do BNDES foi corrompida, visto que o banco é para o fomento do intervencionismo estatal brasileiro e não latino-americano. 


O desumano de tudo é que parte do dinheiro usado no esquema criminoso de poder do Partido dos Trabalhadores (que segundo a delação dos Odebrecht tinha a função de promover a hegemonia do Brasil petista na América Latina) era feito com dinheiro do pobre e massacrado contribuinte brasileiro. No caso da Venezuela, vale a lembrança de que já na época o país enfrentava dificuldades de abastecimento. Enquanto os cidadãos daquele país se tornaram motivo de chacota por não possuírem sequer papel higiênico, os mandatários comunistas se davam ao luxo de torrarem dinheiro com campanha. Luxo no modo de dizer, já que o objetivo ali era justamente enganar estes mesmos pobres com as falsas promessas de esperança elaboradas pelo Goebbels baiano João Santana. 

De todo modo, há que se condenar também este aspecto desumano desta transação. Para os que insistem em dizer que "todos os corruptos são iguais", certamente a monstruosidade moral de quem usa dinheiro de miseráveis para promover seus planos políticos supera de longe qualquer ato ilícito que tenha sido cometido por Malufs ou Cunhas.


Tecnologia do Blogger.