Ads Top

Fechar o Instituto Lula é tão óbvio (e necessário) quanto foi a destruição da Estrela da Morte


Ontem a notícia final da noite foi a suspensão das atividades do Instituto Lula, decretados pelo juiz Ricardo Soares Leite, da 10ª Vara Federal de Brasília. Medida mais do que necessária diante da gravidade dos crimes praticados naquela organização. 

Aos desavisados, é bom lembrar que a única missão do instituto era a defesa do ex-presidente Lula. Seja por vias legais - por meio de notas emitidas em escala industrial em que a organização contestava a imprensa, a justiça e organizações civis sobre qualquer acusação feita ao petista - ou por vias ilegais, já que o instituto era uma espécie de covil utilizado por Lula em suas manobras. Mal comparando, o Instituto Lula era a Torre utilizada pelo penta-réu no xadrez em que ele se meteu por conta da Operação Lava Jato.

Em sua decisão, o juiz aponta que foi justamente isso que pesou na decisão: o uso da organização para fins ilícitos. 

Como o próprio acusado mencionou que no local se discutia vários assuntos, e há vários depoimentos que imputam pelo menos a instigação de desvios de comportamentos que violam a lei penal, a prudência e a cautela recomendam a paralisação de suas atividades. Há indícios abundantes de que se tratava de local com grande influência no cenário político do país, e que possíveis tratativas ali entabuladas fizeram eclodir várias linhas investigativas

Bingo. 

É bom lembrar que o próprio imóvel do Instituto está envolvido em falcatruas com as empreiteiras OAS e Odebrecht. Se até a estrutura física é fruto de negociações criminosas, como é que este suposto instituto ainda permaneceu em funcionamento?

Desmantelar o Instituto Lula e destrinchar as negociações criminosas ali tratadas é de fundamental importância para o processo. Trata-se de algo tão fundamental que só encontra paralelo na ficção, mais especificamente com a destruição da Estrela da Morte. Para quem não conhece, a base espacial em formato de esfera era ao mesmo tempo uma estrutura e uma arma. Ali se tomavam decisões importantes para o lado negro da força. Ao mesmo tempo, a Estrela da Morte possuía um laser poderoso capaz de destruir um planeta inteiro. É mais ou menos como funciona o Instituto Lula, uma estrutura construída de forma criminosa por um grupo autoritário onde seus senhores e soldados se reúnem para traçar meios de destruir uma democracia e impedir o avanço da justiça. Isso dá a dimensão da vitória que a Lava Jato terá com o fim das atividades criminosas operadas ali. Anotem: os únicos indignados com a decisão serão os lacaios da imprensa. 


Tecnologia do Blogger.