Ads Top

Quem disser que o impeachment tirou do poder uma mulher honesta depois dos vídeos da Odebrecht merece ser tratado como farsante

Recomendo acompanhar com atenção as publicações do Antagonista sobre as revelações de Marcelo Odebrecht e Alexandrino Alencar. São vídeos reveladores, documentos e fatos concretos revelando as entranhas do petismo. 

Nisso chegamos em Dilma Rousseff. 

É óbvio que falar que Dilma é corrupta é quase dizer que a terra é redonda. Mas o fato é que a participação dela no esquema se dava no primeiro escalão. Dilma era uma das protagonistas, agindo o tempo todo como agente de Lula. A presidente da diarréia verbal está envolvida na lama até o pescoço. Ainda assim, ainda há quem diga que ela foi afastada por meio de um golpe motivado por ambição, autoritarismo e machismo. 

É aí que está: quem tenta mentir de forma tão descarada alegando que a czarina da mandioca é honesta não pode ser tratado como simples ingênuo desinformado. Quem chamar Dilma de honesta depois destes vídeos merece ser enquadrado como cúmplice, querendo emplacar um estelionato para confundir o jogo político. Gente assim deve ser tratada como indigente moral, já que tenta praticar ilusionismo retórico quando o Brasil inteiro sabe que a Inês está morta. 

Tecnologia do Blogger.