Ads Top

O psicopata Lula está perdendo o prumo



O primeiro depoimento de Lula na Justiça deixa claro que o chefe da organização criminosa está em um momento crucial de sua carreira. O petista fez seu show habitual, alegando ser vítima de perseguição, babando contra a força-tarefa da Operação Lava Jato e fingindo ter apreço pela justiça. Em dado momento, até se comparou a Deus. "Leiam a Bíblia para não usarem meu nome em vão", disse o criminoso. 

O psicopata Lula mantém sua trajetória, mas parece estar cada vez mais tragado pela própria loucura. Se antes o pai da facção mentia o tempo todo, agora seu estado mental também é afetado pela bipolaridade. Ao mesmo tempo em que Lula grita e faz sua pantomima, ele confessa que tem medo de acordar com jornalistas em sua porta aguardando sua prisão. 

Não causou surpresa suas veementes negativas sobre Delcídio, Cerveró e afins. É o que se espera de quem foi ao enterro de Celso Daniel mesmo diante das graves suspeitas sobre o assassinato. É o que se espera do homem que fingiu emoção após a divulgação da notícia de que o Brasil sediaria as Olimpíadas (o resultado era fruto de um jogo de cartas marcadas). O Lula que disse ser honesto é o mesmo que usou o funeral de sua companheira como palanque para 2018. 

Lula foi bravateiro como de costume, mas também sinalizou que não tem tanta certeza do futuro. Que pode não concorrer a presidência em virtude da idade. Tentou ser amistoso e mostrar vulnerabilidade. Fez igual aqueles trombadinhas do Polícia 24 Horas, que enquadrados pela PM argumentam: "Sou trabalhador, senhor". "Sou estudante". A diferença é que Lula diz que é nordestino, operário e preocupado com as injustiças sociais. 

Lula é um caso avançado de loucura, megalomania e cinismo. Deixaria os internos do asilo de Arkham com medo. O caso aqui não é de simples prisão, mas sim de colocar o homem em uma camisa de força. 

Tecnologia do Blogger.