Ads Top

G1 chama assaltantes de "suspeitos", mas volta atrás diante da reação negativa de leitores


O jornalismo tupiniquim parece não conhecer os limites do ridículo. Mais cedo, um jornalista do G1 tentou aplicar os conceitos de "pós-verdade" ao afirmar que um criminoso que usou um fuzil para assaltar uma padaria (uma desproporcionalidade gritante), era apenas um "suspeito". Após a internet reagir, a matéria foi alterada para termos mais realísticos. Apesar da alteração, o link ainda traz o título original.

Como era...


Como ficou


Vejam o absurdo: não fosse a reação dos internautas, o G1 teria mantido a versão de que o criminoso era apenas um suspeito. É claro que não é o primeiro caso, e provavelmente não será o último. No entanto, chama a atenção que a verdade se torna mero detalhe nas redações brasileiras. Este é o motivo por trás da tentativa da grande mídia em censurar redes sociais e veículos independentes. Querem evitar qualquer oportunidade de serem desmascarados.
[left-sidebar]
Tecnologia do Blogger.