Ads Top

Empatados em números de inquéritos, Lula e Cabral representam a farsa de um plano criminoso de poder


Demorou alguns dias, mas o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral conseguiu uma façanha: se igualou ao ex-presidente Lula em número de inquéritos. Agora ambos são penta-réus, com a diferença de que Cabral está em Bangu e Lula no ABC. Ou melhor: Cabral está preso no Complexo de Bangu, enquanto Lula usa seus tempos de liberdade agonizante para insultar o brasileiro e confundir a sociedade com bravatas e ilusões. 

O caso é que ambos representam a farsa de um plano criminoso de poder. Tudo forjado para dar a impressão de robustez e crescimento econômico, por meio da distribuição de renda simulada, do favorecimento de corporações e do império da propina. Praticaram tantos crimes distintos que são alvos de várias investigações em esquemas distintos. É claro, ambos não estavam no mesmo nível na hierarquia criminosa. Enquanto a Casa de Cabral comandava o crime organizado no feudo do Rio de Janeiro, Lula era o Suserano que comandava os feudos políticos no Brasil, África e vizinhos bolivarianos da América do Sul. A aliança entre o grande senhor e o vassalo não foi eternizada apenas em fotos, mas também neste vídeo constrangedor que deixa evidente a relação suja entre os dois criminosos.



Agora é tempo de desmantelamento das velhas estruturas, de saneamento da política. Detritos morais como Lula e Sérgio Cabral devem ir para a sarjeta de onde jamais deveriam ter saído.
[left-sidebar]



Tecnologia do Blogger.