Ads Top

PCdoB vai apoiar o "golpista" Maia, e PT está "dividido". Onde estão os quadrúpedes militantes?



Notícia do Estadão: 

Um dos principais aliados da ex-presidente Dilma Rousseff durante o processo de impeachment no Congresso, o PCdoB decidiu apoiar oficialmente a candidatura de Rodrigo Maia (DEM-RJ) à presidência da Câmara. A decisão foi tomada após uma reunião da bancada — formada por 12 deputados — e será comunicada nessa quarta-feira (18/1), ao PT e ao PDT, pelo líder Daniel Almeida (BA).
Sem o apoio formal dos partidos de oposição, o PDT lançou na terça-feira (17) a candidatura do deputado André Figueiredo (CE). Mesmo sem chance de vitória e com dificuldade de unificar o campo oposicionista, o PDT insiste na candidatura para marcar posição e reforçar a pré-candidatura de Ciro Gomes ao Palácio do Planalto em 2018.
Dividido, o PT ainda discute qual será sua posição oficial. Com 57 deputados e a segunda maior bancada na Casa, o partido tem direito a um lugar na Mesa Diretora.

Que cena mais bonita, será que estamos atrapalhando o casalzinho aí?

Vejam só: o Partido Comunista do Brasil, de Jandira Feghali e Vanessa Grazziotin vai apoiar Rodrigo Maia. Já o Partido dos Trabalhadores está divido. Ou ao menos, é o que querem que você pense, já que apoiaram Maia em sua vitória para o mandato tampão. Agora apoiarão ainda com mais força, já que Maia tentará a reeleição de maneira inconstitucional, rasgando o regimento interno da Câmara. Uniu duas grandes paixões da extrema-esquerda: conchavos por cargos e tomada do poder por meio de golpe. 

De fato, não há nada de novo aqui. Como sempre, a extrema-esquerda têm dois discursos: um para os bastidores do poder e outro para ser ministrado a seus seguidores ruminantes. O discurso do golpe, por exemplo, ainda é entoado por todos os quadrúpedes militantes. Os militantes que não são quadrúpedes estão lá, negociando cargos nas mesas da Câmara e do Senado (o caminho é apoiar Eunício Oliveira, homem de Renan). 
Tecnologia do Blogger.