Ads Top

Mesmo com esposa em coma, Lula ataca a Lava Jato por meio de Mino Carta



Mino Carta diz na Carta Capital que "a República de Curitiba não veio para erradicar a corrupção, e sim para demolir um partido e um setor industrial vital para o País". Para Mino, o governo mais corrupto da história (o governo de Fernando Henrique Cardoso) permanece intocado enquanto a força-tarefa persegue o plano de governo popular defendido pelo Partido dos Trabalhadores. O texto pode ser lido na íntegra aqui

Mino é convincente, escreve bem. Aponta pontos importantes, como o avanço da força-tarefa de Curitiba contra o setor da construção civil por meio da prisão de executivos da Odebrecht, OAS e Andrade Gutierrez. O texto de Mino parece impecável, não fosse o fato da Carta Capital ter recebido dinheiro da Odebrecht. Ah: Mino é aquele que recebia ordens de Lula sobre o que deveria escrever em seus artigos. Foi até flagrado em grampos. 

Considerando que Mino é fantoche de Lula, então significa que o chefe a organização criminosa está mandando seus recados e plantando narrativas na imprensa por meio de veículos que já não enganam mais ninguém. Mesmo com a esposa em coma, ele ainda não desistiu. Vale lembrar que seu jagunço Paulo Okamotto (que preside o Instituto Lula), quis usar a tragédia pessoal de Marisa para atacar a força-tarefa afirmando que "ela estava preocupada com as injustiças e perseguições contra Lula e família". Ninguém está autorizado a achar que um capanga de Lula falaria algo sem a autorização do mafioso. O caso é que Lula não conhece os limites da ética e da moral.  

Tecnologia do Blogger.