Ads Top

A golpista Maria do Rosário diz que sua geração "comemorou" a queda do Muro de Berlim. Ela mente




A deputada federal Maria do Rosário postou um testemunho falso em seu perfil no Twitter, para questionar a intenção do presidente dos Estados Unidos de construir um muro na fronteira com o México. Prestem atenção no embuste:



Essa mentira de Maria do Rosário é tão sórdida quanto a mentira daqueles extremistas que lutaram no passado por ditaduras comunistas  que hoje alegam terem defendido a democracia. É uma fraude, uma mentira de proporções gigantescas que só pode brotar de uma mente sórdida como a de Maria do Rosário. 

Não estou sendo leviano, afirmou que ela mente baseado em fatos: entre os anos de 1989 e 1992, Maria foi filiada e militante ativa do Partido Comunista do Brasil. O muro de Berlim caiu em 9 de novembro de 1989, no mesmo ano em que Rosário ingressou nas fileiras daquele partido totalitário. Aliás, o PCdoB até hoje não reconheceu os crimes do stalinismo, além de ter se posicionado a favor das tiranias de Cuba e Coréia do Norte. Frisando também que a mudança para o PT foi uma mudança estratégica, e não ideológica. 

Maria do Rosário mente, e é cínica ao se dizer defensora da liberdade. Alguém que durante todo esse tempo só emporcalhou a política com sua defesa descarada do totalitarismo deferia era lavar a boca antes de se declarar defensora da Democracia e Direitos Humanos.


Tecnologia do Blogger.