Ads Top

463 anos de São Paulo




Todo aniversário de São Paulo é ocasião para mais uma reflexão sobre o que aquela pequena vila em volta do colégio se tornou. Por ter começado tão de baixo, é que São Paulo carrega em si um legado de tradição no trabalho e de resistência democrática. Apesar de alguns tropeços, foi esta cidade um dos principais bastiões do antipetismo. Desde sempre, esta cidade sempre aspirou a Glória, usando todas as ocasiões para tomar para si o protagonismo da história. 

Não por acaso, a cidade é alvo daqueles que comungam de valores opostos. Os amantes de ditaduras, os servos do fascismo, os defensores da escravidão. Todos estes odeiam São Paulo, principalmente pelo que nós representamos. São os que querem destruir nossa memória e emporcalhar nossa herança. Ano passado, tentaram atingir a autoestima dos paulistas atacando um prefeito eleito por meio do vandalismo contra um dos nossos maiores símbolos. Nossa origem bandeirante dá o ritmo de nossa luta. Não nos curvamos, e não nos curvaremos nunca.

Esta é a cidade que ousou se opor aos portugueses, que se forjou na defesa da democracia durante o Império, que se opôs aos vícios da República Velha e ao fascismo do Estado Novo. Também tivemos protagonismo nos tempos dos militares, sempre defendendo a democracia. Após aquele período de trevas em que o país esteve sob o domínio do Partido dos Trabalhadores, nós também resistimos. É da nossa natureza. É da nossa estirpe bandeirante, que também recebeu o legado de coragem dos migrantes e imigrantes de todas as partes do mundo que se somaram a este exército de homens livres. Cada paulistano que aqui nasce ou se estabelece se torna o guardião de uma obra iniciada há muitos anos, assumindo a responsabilidade e o orgulho de fazer parte de uma nação orgulhosa e pródiga. 

Atualmente, os dilemas e as lutas são outros. Enquanto a maioria se coloca ao lado da civilização, do trabalho e democracia, alguns se organizam para perpetuar a barbárie e afrontar a esmagadora maioria silenciosa. Enquanto nós vislumbramos um momento impar em nossa história, temos organizações poderosas conspirando contra nós. Serão derrotados de novo, é claro.  

Afinal de contas, isso é São Paulo. Somos anões nos ombros de gigantes.  


Tecnologia do Blogger.