Ads Top

Segundo a pesquisa Datafolha, 23% dos ateus... Será que alguém ainda dá crédito para o Datafolha?



Estão todos abismados com a pesquisa do Datafolha, que diz que 23% dos ateus concordam com a frase "Todo o sucesso financeiro da minha vida eu devo, em primeiro lugar, a Deus".



A pesquisa não é tão inacreditável assim. O que é inacreditável é saber que alguém ainda dá créditos para o Datafolha. Foi este instituto que cravou Dilma Rousseff como vitoriosa no primeiro turno em 2014. Foi o instituto que deu João Dória quase em último lugar na disputa pela Prefeitura de São Paulo (isso depois de ter sugerido Luiza Erundina como favorita quando nem todos os partidos haviam escolhido candidatos). 

É o mesmo instituto que exterminou manifestantes na Avenida Paulista até chegar a números que em tese seriam menos prejudiciais ao Partido dos Trabalhadores (mesmo os números falsos do Datafolha eram muito superiores aos partidários do plano criminoso de poder em suas demonstrações de ódio público). 

O Datafolha que encontra ateus que acreditam que o sucesso financeiro é obra de Deus é o mesmo que crava Lula como favorito em 2018, mesmo sendo o candidato mais rejeitado, acuado pelas Justiças do Brasil e Estados Unidos. 

Como dar qualquer crédito a este instituto? 

E para os que vêem erro nas sucessivas falhas, lembre-se que o instituto pertence ao mesmo jornal que manipulou as transcrições do áudio de Renan Calheiros com Sérgio Machado onde o presidente do Senado afirma que “a mulher (Dilma) é corrupta” e que a presidente havia conversado com o “Otavinho”, e que ele ia ajudar. Otavinho, por acaso é o Octávio Frias Filho, dono do Jornal. Dias atrás o jornal teve acesso à delação dos executivos da Odebrecht, mas preferiu omitir por quase dois meses que Lula era o “Amigo”. 

Datafolha e Folha costumam errar. Ali, a falsidade dos dados é apenas método de trabalho. O único erro foi levar para uma discussão menor o mesmo modus operandi que usam para manipular a opinião pública. Alguém deveria avisar ao estagiário que não havia nenhum interesse político nesta questão, que não precisava aplicar o “Método Datafolha” nesta pesquisa. Agora é tarde, já viraram motivo de chacota.
                                                                                                                                          
Colabore com o blog. Faça a sua assinatura ou doe para O Reacionário 

ass
btn_donateCC_LG (1)
[left-sidebar]

Tecnologia do Blogger.