Ads Top

Cármen Lúcia faz bem em rechaçar o coronel Renan




Carmén Lúcia decidiu recusar o convite para uma reunião com o presidente da República Michel Temer e com o presidente do Senado Renan Calheiros. Mais cedo havia passado com o trator por cima do peemedebista. E fez muito bem. Seria inadmissível que tomasse outra postura diante daquela fala asquerosa de Renan. Quem assistiu ao discurso sórdido do alagoano contra a Operação Métis e contra o juiz Valisney Souza Oliveira deve ter ficado com medo de que seu dente voltasse a cair em meio aos perdigotos que jorravam de sua boca.

Para começo de conversa, Renan nem deveria ser presidente do Senado. Réu em oito processos e conhecido como agente do submundo da política, deveria quando muito ficar calado. Mas como está acostumado com aquela velha política, acha que sua ficha criminal o qualifica para pautar a justiça.

Agora ele quer também a cabeça de Alexandre Moraes. Está inconformado com o Ministro da Justiça que não interfere na Lava Jato. Aqui a truculência se soma a burrice: se ministros da Justiça tivessem essa prerrogativa, o impeachment sequer teria acontecido. José Eduardo Cardozo era atacado por petistas por esse mesmo ponto de vista. Para contornar o problema, Dilma encostou o desastrado Cardozo na AGU, escalando o truculento Eugenio Aragão para a pasta. Aliás, Renan se dava muito bem com Aragão. Dia desses Aragão saiu do anonimato para afirmar que “a corrupção é a graxa que lubrifica as engrenagens econômicas, e que por isso é tolerável”. Nem ele conseguiu barrar a Justiça, e caiu junto com Dilma.


É bom saber que alguém teve a coragem de peitar Renan. Ele deve ser colocado em seu devido lugar, já que não tem envergadura moral sequer para fazer parte da vida pública. A imagem do presidente do senado com o implante mal feito babando entre palavras enfurecidas lembra aqueles coronéis do século passado. Sim, sabemos que Renan é um coronel em atividade. E por isso mesmo deve ser rechaçado. Ele é um ser jurássico, algo que deveria ter superado pela natureza. Essa velha política da institucionalização da ladroagem, do clientelismo e do fisiologismo deve ser extinta. Essa gente não deve ter mais lugar na política. Nós já toleramos muitos insultos vindos do senhor Renan Calheiros, já passa da hora dele ser extraído na política nacional. 


                                                                                                                                          
Colabore com o blog. Faça a sua assinatura ou doe para O Reacionário 

ass
btn_donateCC_LG (1)
Tecnologia do Blogger.