Ads Top

A confissão e o deboche


Lula afirmou ontem que “O político, por mais ladrão que seja, todo ano tem que enfrentar o povo, sair na rua e pedir voto. O funcionário público não. Ele faz concurso e fica lá, com o cargo garantido, tranquilo”.

É para isso que alguns militantes trabalham por Lula, e é para isso que muitos se mobilizam (incluindo alguns funcionários públicos). Eles querem garantir que Lula continue ofendendo os brasileiros.


Mas o surpreendente não é isso. Já sabemos que Lula se pauta pela baixaria, que ele retira sua moral do esgoto. O que surpreende é que ele confessa em público o quanto se considera superior aos brasileiros, faz apologia ao crime e deixa claro que é um sociopata diante das câmeras, sem que a imprensa mainstream se escandalize com o fato. Isso sim é alarmante. Se a imprensa fosse 1% melhor do que é, teria denunciado o escárnio, e não veiculado o caso como se fosse uma mera coletiva para negar acusações. 
Tecnologia do Blogger.